[Resenha] O Beijo das Sombras – Academia de Vampiros.

O beijo das sombras é o primeiro livro da série Academia de Vampiros, seguido por Aura Negra e escrito pela autora Richelle Mead.

Lissa Dragomir é uma vampira Moroi poderosa, princesa e única sobrevivente do clã Dragomir. Conhece Rose Hathaway desde pequena e são melhores amigas desde então. Rose é uma Dampira, nascida para proteger os Moroi, e fará de tudo para proteger sua grande amiga dos perigos que estão por vir.

Lissa perdeu seus pais e seu irmão num acidente de carro que, misteriosamente, apenas ela e a Rose saíram vivas. Um mistério que apenas ela tem a resposta. Desde o acidente, as duas têm uma conexão intensa e Rose consegue saber como a Lissa está se sentindo e até entrar na cabeça dela para ver o que está acontecendo. Com isso, Rose não pensa duas vezes ao fugir com Lissa da Escola São Vladimir, já que a mesma estava com medo do que poderia acontecer se continuasse lá.

Depois de dois anos longe da escola, elas são levadas de volta a força por Dimitri e, quando chegam, descobrem que muita coisa mudou e talvez não seja assim tão fácil voltar a viver como antes, muito menos se sentir bem vinda lá. Rose poderá ser expulsa da São Vladimir pela falta de responsabilidade ao fugir com Lissa e, se conseguir continuar na escola, terá que conseguir recuperar as aulas perdidas e o preparo físico, já que não treinou enquanto estava foragida. Além de correr o risco de não ser designada para proteger Lissa dos Strigoi quando a formatura dos guardiões chegar. Ou seja, ela está muito encrencada. Mas, se o problema for treinamento, Dimitri está lá para ajudá-la.

Strigoi são vampiros sem alma e sem magia, que não podem se expor ao sol. Ninguém nasce Strigoi, eles se tornam ou por vontade própria, ou a força. Se um Moroi matar alguém bebendo todo o seu sangue para se alimentar, este vira um Strigoi e, se algum Strigoi morder um Moroi, dampiro ou humano, sem matá-lo, o mordido também se tornará um Strigoi.

Para Lissa, as coisas também estão complicadas. Apenas de não precisar se preocupar em ser expulsa, ela também tem aulas atrasadas e ainda não desenvolveu seu poder para um dos elementos, o que já deveria ter acontecido. Isso a faz se sentir mais excluída ainda do restante dos Moroi. O que ela ainda não sabe é que pode haver pessoas contra ela, pessoas a quem ela ama e não conseguirá desconfiar.

Eu adoro essa série e quando descobri que ela viraria filme, surteeeeei! Mas tenho alguns problemas com alguns personagens… A Lissa, pra ser mais exata. Ela é muito vulnerável, muito fraca, com uma auto-estima mais baixa que a minha e sentimental demais. Gosto de ela ser protetora em relação a Rose, mas acabou parecendo uma “obsessão”, e eu não gosto de pessoas que passam por cima das outras para conseguir o que quer, sério. A Rose é incrível, é rebelde, faz o que pensa e é impulsiva. Óbvio, isso gera milhões de problemas para ela e, quem sabe, alguém vai conseguir domá-la! Ela tem todo um instinto protetor com a Lissa, que eu até acho fofo, mas exagerado. Não tanto quanto o que a Lissa tem por ela, mas é demais também. Só que, tudo de ruim que a Lissa tem, e o pouco que eu não gostei na Rose, é compensado no Dimitri. Esse cara é incrível, raras serão as pessoas que lerão o livro e não se apaixonarão pelo Dimitri, sério. O cara é lindo, é forte, é o melhor guardião de todos, é misterioso e é um amor (quando quer). Ou seja, o sonho de consumo da maioria.

Pra finalizar, esse é um livro que eu recomendo muito, mas que aviso com antecedência: Não desistam dele facilmente. O começo desse livro é um pouco chatinho, eu demorei um pouco para começar a ler compulsivamente, mas vale a pena. Espero que gostem!